Bougainvillea glabra 01

_M6S0687

Antes do inicio dos trabalhos.

Esse projeto comecei com uma planta de viveiro, não um viveiro de bonsai, mas um viveiro que fornece plantas para paisagismo. O que me levou a escolher essa planta foi o fato do tronco possuir vários movimentos com galhos onde ocorrem esses movimentos que poderiam ser aproveitados. Ela também possuía galhos nascendo bem baixo, apesar do primeiro galho não ser o mais grosso, mas isso pode ser corrigido com o tempo.

Uma observação importante é que esta não é a época ideal para fazer esse tipo de trabalho, portanto estou fazendo por minha própria conta e risco, agora estamos entrando no outono, o ideal é fazer isso no fim do inverno quando a planta começa a brotar com vigor. Como essa espécie é nativa, não entra em completamente em dormência e é aceita muito bem procedimentos drásticos decidi arriscar e, talvez, assim adiantar o desenvolvimento dela em 6 meses.

Para descontrair

PIADA

O maior medo de todo bonsaista é morrer… e a esposa vender as plantas pelo preço que ele disse que pagou

Bonsai sustentável

fachada

Estou na faze de elaboração do projeto de minha futura residência, nela pretendo deixar uma grande área verde, tanto no jardim (frente) como no quintal (fundo) onde será o lar de meus bonsai, além de prever no projeto algumas jardineiras na área externa.

Todo esse verde já era um ponto de preocupação para as plantas que estão plantadas no solo e ficam dias sem serem regadas, a preocupação é ainda maior com bonsai pois precisam ser regados diariamente. Com o vislumbre da estiagem excessivamente prolongada de 2013-2014 que estamos vivendo hoje, a água pode vir a faltar em breve, a preocupação aumentou ainda mais.

Estou estudando elaborar uma cisterna para armazenar a água da chuva, pode ser em tanques de cerca de 2,5 a 10 mil litros de água da chuva captadas pelo telhado da residência, é claro que esta água não é própria para o consumo humano, mas pode ser utilizada para regar jardins (bonsai incluso), lavar carros, lavar pavimentos e até mesmo nas privadas.

Uma família de cerca de 4 pessoas consome cerca de 13.000 litros de água não potável por mês, um sistema como este pode armazenar de até de 11.000 litros de água no mês, o que gera, além de garantias de rega em dias problemas de abastecimento, economia na utilização de água, o que é bom para meu bolso e para o meio ambiente. Apesar de aumentar o custo da obra, diminui-se o gasto com água, diluindo o custo ao longo dos anos.

agua-chuva2

Como funciona?

1 – A água é captada pelo telhado e levada até a calha (2), neste ponto é importante ter uma proteção na entrada do duto para reter folhas e partículas grandes.

2 – A água vai até um filtro de resíduos (6).

3 – Seguindo então para a cisterna que armazenará a água.

4 – Em cima da casa ficará uma caixa d’água (1) separada para o sistema de água da chuva, quando seu nível baixar a bomba da cisterna (5) entrará em operação levando água da cisterna para a caixa d’água.

5 – A utilização da água da chuva se dá pela caixa d’água direto para a torneira por gravidade.

 

Existem ainda outros itens no sistema como o ladrão da cisterna que joga o excesso de água para o sistema pluvial (chuva – rua) caso a cisterna estaja cheia. Além de filtro de sedimentos, registros, eletronível, etc.

Referências:

http://www.acqualimp.com/cisterna-agua-da-chuva.php

http://rkarquitetura.blogspot.com.br/2011/04/como-reaproveitar-agua-da-chuva-em.html

http://www.jardimdasideias.com.br/648-regue_seu_jardim_com_auxilio_de_uma_cisterna_

http://www.ecocasa.com.br/cisternas.asp

http://www.aecweb.com.br/emp/cont/m/acqua-save_10596_1763

http://www.ecocasa.com.br/aproveitamento-de-agua-de-chuva.asp

http://www.metalica.com.br/agua-o-insulmo-finito

http://dicasgreen.wordpress.com/2010/06/05/aproveitando-a-chuva/

Qual a sua opinião?

Introdução a ferramentas de bonsai

dsc06880

É uma questão comum entre os iniciantes e existe muitas informações desencontradas entre os mais experientes, mas ferramentas para bonsai é, sem dúvida, um tema que interessa a todos os bonsaístas.

Contudo este artigo em específico não deve lhe interessar caso você seja um bonsaísta com alguma experiência, quero falar aqui para aqueles que estão iniciando na arte e tem dúvidas para comprar suas primeiras ferramentas.

Para dar o devido acabamento em seu bonsai, ter ferramentas adequadas é muito importante, elas podem fazer toda diferença, um corte mastigado pode comprometer a saúde e a estética de um galho.

É extremamente importante garantir que suas ferramentas estejam sempre bem afiadas, que façam um corte limpo sem mastigar o material da planta e assim garantir uma boa cicatrização.

Quais as ferramentas essenciais

Existe uma grande variedade de tesouras, alicates, formões, etc… Quando estamos prestes a comprar nossas primeiras ferramentas escolher fica difícil, ainda mais quando o valor de tantas ferramentas se torna proibitivo.

Essencial depende muito do tipo e da quantidade de plantas que você possui para trabalhar, gastar todo dinheiro em um alicate japonês especial não faz sentido se você possui apenas uma planta.

Pense qual o tipo de trabalho você mais efetua em suas plantas, em geral a tarefa mais executada é a poda de manutenção da copa, portanto uma tesoura com bom corte é, na minha opinião, a ferramenta essencial para se começar.

tesoura-jardim

Tesoura de poda para jardim

Se você pretende formar seu próprio bonsai, com certeza fará podas drásticas nas suas plantas, uma ferramenta muito útil é uma tesoura de poda de jardim (lamina curva) é muito útil por possibilitar cortar galhos mais grossos.

Existem vários modelos deste tipo, procure um que tenha um bom corte, vale a pena investir em uma ferramenta da linha profissional ao invés da linha hobby já que a diferença de preço não é gritante, contudo  a diferença na qualidade da ferramenta e no resultado dos cortes é geralmente sensível.

Aramagem é outra tarefa repetitiva na vida de um bonsaista, para fixar os arames nos galhos usar um alicate de bico fino e/ou bico curvo, facilita muito esta tarefa.

Para cortar os arames enrolados nos galhos é preciso de um alicate de corte de arame, o que aconselho no caso desta ferramenta é que as laminas não se cruzem para evitar torcer o arame durante o corte, o que pode machucar a casca do galho o que deixara uma marca por muito tempo.

corte-cruzado

Alicates de corte para arame

Dentre as ferramentas feitas especialmente para o trato com bonsai podemos destacar duas que são muito importantes, o alicate bola (concavo) e o alicate lateral. Dentre estas duas acredito que o alicate bola seja o mais importante, pois o alicate lateral serve para cortar galhos próximo a sua base, não raramente você precisará fazer o acabamento deste corte com o bola. Se você fizer a poda do galho com uma tesoura de poda de jardim e fazer o acabamento com o bola, pode assim dispensar o alicate lateral.

bola

Alicate bola

Alicate lateral

Alicate lateral

Ferramentas improvisadas

Muitas ferramentas podem ser adaptadas a partir de outros materiais, não há problema algum em utilizar desse tipo de artifício desde que cumpra seu papel.

Um garfo com as pontas curvadas podem servir como raque para desmanchar o torrão e separar as raízes. Um galho apontado pode servir como hashi para compactar o substrato dentro do vaso, na realidade eu tenho um assim a anos e mesmo possuindo um hashi de alumínio eu ainda prefiro minha velha ferramenta improvisada.

Já vi na internet a adaptação de um alicate truquesa em um alicate bola e um racha-tronco. Quando se esta começando, com poucas plantas e pouca disposição para gastar dinheiro com ferramentas, usar a criatividade para adaptar e cumprir suas tarefas é importante. Não é necessário gastar rios de dinheiro em um grande número de ferramentas importadas que provavelmente usará muito pouco a maioria delas.

Japonesas, chinesas e nacional

As ferramentas japonesas são as mai desejadas pois, em geral, são ferramentas feitas artesanalmente com aço de excelente qualidade. Existem porém linhas mais comerciais com uma qualidade um pouco inferior, mas que no geral são também muito boas. A diferença geralmente está na qualidade do corte que é mais preciso e dura mais, além de possuir método de fabricação que garante a durabilidade da ferramenta.

Existem sim ferramentas chinesas de qualidade comparável as japonesas, porém as marcas geralmente importadas para o Brasil são quase sempre as mais simples (para não dizer ruins). Os problemas que você pode encontrar nelas é a deformação do material (entortar) e perda do fio ou ausência dele.

Existem marcas nacionais que fabricam tesouras de podas de melhor qualidade que as chinesas comercializadas por aqui, eu garanto que tendo essas ferramentas em posse não sentirá a necessidade de comprar as importadas, com excessão dos alicates bola e lateral que não conheço uma marca nacional destas.

Meu conselho

Aconselho começar com uma boa tesoura de poda nacional, uma tesoura de poda de jardim, e um jogo de alicates  para arame (de bico e de corte). Essas ferramentas são importantes para quem esta começando e não é necessário gastar muito com elas se você não for um grande artista ou produtor.

Quando chegar a hora que você decidir comprar os alicates bola e lateral, eu aconselho investir em ferramentas japonesas, você pode se dar bem com ferramentas de origem chinesa, mas com as japonesas é muito mais garantido.

Esta é apenas uma introdução sobre o assunto, estou providenciando um artigo muito mais completo que pretendo lançar em breve.

RIP Peter Adams

Hoje fiquei sabendo do falecimento de um dos granes nomes do bonsai internacional, Peter Adams era um artista muito completo, conhecia e difundia a arte por todo mundo, possuía mais de 50 anos de experiência na área de bonsai. Pós-Graduado em finas artes pela Royal Academy de Londres era professor de artes e autor de vários livros populares de bonsai. Ele faleceu no dia 24 de novembro 2013.

PeterAdams

Mais sobre Peter Adams.

Pesquisa
Calendário
September 2016
M T W T F S S
« Mar    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930