Podando bonsai

111070 Trimmaaja

Qualquer bonsai, durante toda a sua vida, necessita sofrer algum tipo de poda, isso ocorre porque a natureza das plantas usadas para bonsai é sempre crescer o máximo possível, elas querem se tornar grandes árvores, mesmo quando chegamos ao estágio em que a planta está como gostaríamos ela continuará crescendo novos galhos e folhas.

Mas através das técnicas de poda moldamos e mantemos os formatos das árvores conforme desejamos, se pensarmos bem um bonsai pode ser encarado quase como uma escultura viva.

A origem da palavra podar vem do latim putare, que significa limpar, derramar. Na orticultura poda é a remoção metódica das partes de uma planta com o objetivo de melhorá-la em algum aspecto para os interesses do cultivador. Em bonsai usamos a poda para orientar e educar as plantas para obter o crescimento no sentido desejado, portanto é a técnica mais básica da arte.

Um pouco da fisiologia

Vamos começar com uma introdução básica sobre como as plantas crescem, é importante conhecer como isso funciona para entender como as podas devem ser feitas, é bastante assunto mas vou tentar sintetizar ao máximo a ideia.

cauleTodo galho de uma planta já foi uma gema, gema é uma uma estrutura onde se inicia o crescimento de um galho, existem dois tipos de gema: axiliares e terminais. As gemas axiliares se apresentam na axila entre a folha e o galho, já as terminais se encontram na ponta dos ramos.

As gemas podem estar latentes ou dormentes, as gemas latentes são as que estão se abrindo e originaram o novo ramo. As plantas tendem a deixar latentes as gemas terminais para que os galhos continuem a esticar, e só ocasionalmente despertam algumas gemas axiliares.

Ao podar a gema terminal, em geral, as gemas axiliares mais próximas ao fim do ramo restante tendem a despertar. Esse comportamento varia bastante de espécie para espécie.

Outro ponto a se entender é que algumas espécies podem abortar um ramo caso não fique nenhuma folha nele, pois sem folha pode haver parada no fluxo de seiva, portanto não podemos podar um ramo e deixa-lo sem folhas. Já outras espécies aceitam desfolha total.

Dentro de um galho, e dos troncos também, existem estruturas chamadas xilema e floema, responsáveis pelo fluxo de seiva bruta e elaborada respectivamente, essas estruturas são vivas e geralmente flexíveis.Taxus_wood

As árvores em geral  seguem um ciclo de crescimento durante as estações do ano, depois do período de dormência elas criam novas camadas de xilema e floema, esse processo é conhecido como cambio vascular, é nesse que ocorre a formação de novas linhas internas no tronco.

As camadas anteriores que não são mais usadas usadas para o fluxo de seiva morrem endurece, assim se forma a madeira, este cerne do tronco ou galho tem função estrutural apenas.

Algumas espécie entram em estado de dormência durante o período de outono e inverno, podem inclusive perder toda as folhas nesse período, portanto não é bom efetuar podas drásticas nesse período pois armazenam energia no tronco, galhos e raízes já que não produzirão mais pela ausência de folhas.

Por outro lados, plantas da família das coníferas entram também em dormência nesse período mas não perdem suas folhas, a época ideal para poda drástica dessas plantas é nesse período pois o fluxo de seiva está reduzido e assim o risco de mortalidade devido a perda de seiva nos cortes é reduzido.

Por esse motivo é necessário consultar os períodos corretos para cada espécie antes de fazer qualquer tipo de poda.

Tipos de poda

Existem basicamente dois tipos de podas em um bonsai: de formação e de manutenção.

Poda de formação geralmente são mais extensas, geralmente para remover galhos grandes ou reduzir a altura de uma planta, em alguns casos deixando somente um toco da planta (stump).

Já na poda de manutenção se faz somente limpeza dos ramos e folhas secas, redução do comprimento de galhos para controlar o crescimento do bonsai e manter sua forma que já foi definida.

Poda de formação

Esse tipo de poda você fará no inicio dos trabalhos em uma planta, é nesse ponto que se define o formato geral da planta. Esse tipo de poda deve ser feito somente em plantas sadias já que irá debilitar a planta, as plantas já debilitadas (por praga, stress hídrico ou deficiência nutricional) podem morrer no processo por não possuir forças para se recuperar dos traumas causados pela poda.

Quando cortamos um galho próximo a um ramo menor que queremos que de continuidade, devemos deixar um pequeno toquinho por dois motivos, primeiramente porque se ao secar o corte não afete o galho deixado, e em segundo lugar devemos abaular a sobra de forma que quando o galho deixado ao lado engrossar ele irá cicatrizar e cobrir o corte feito.

poda02

Veja esse outro exemplo retirado da revista da revista Bonsai Passion 62, onde o Sr. Haruhito Lijima numa oficina feita em Lyon, ele mostra como fazer um corte no tronco e prepará-lo para cicatrizar de forma natural.

1- Corta-se o galho a ser removido

pda01

2- Este é o corte depois de usado o serrote, esta bem reto, mas assim não vai cicatrizar de forma natural

pda02

3- Por esse motivo o professor acerta o formato do corte para que de conicidade e fique com o aspecto de um movimento fluido do tronco, então ele da forma com um alicate lateral concavo

pda03

4- Com uma faca afiada ele da acabamento nas bordas do corte, deixando uma linha limpa de corte na casca que permitirá uma cicatrização mais rápida e limpa.

pda04

5- Segundo Sr. Lijima as massas seladoras impedem a cicatrização, o que ele utiliza é uma fita plastica japonesa usada em enxertos, não duvido que o filme plástico funcione tão bem quanto. Ele envolve todo o corte cuidadosamente com o plástico de forma bem justa.

pda05pda06

6- Resultado final. Segundo Sr. Lijima o plastico permitirá que a casca cresça e cubra o corte por debaixo dele, a fita serve para proteger o corte sem impedir a cicatrização.

pda07

Em outros casos, quando vamos fazer a poda de formação para reduzir o tamanho de uma planta (stump), não é necessário dizer que isso é feito em espécies que aceitam bem esse tipo de procedimento, geralmente cortamos a árvore ao meio, numa altura que muitas vezes não ficam restam outros galhos ou brotações. Nesses casos não devemos fazer o corte em angulo pois a tendencia é que a planta seque o bico antes que brotem novos galhos alí, pois a probabilidade de nascer um galho no bico é muito menor.

poda04

O jeito correto é cortar de de forma perpendicular ao tronco, assim aproveitaremos qualquer lado onde brote o galho mais alto, dando o acabamento necessário para para que a cicatrização aconteça da melhor forma possível.

poda03

Poda de manutenção

Quando se tem uma planta já formada, esse será o tipo de poda que ela sofrerá de agora em diante, o objetivo é manter o formato geral da planta, manter o comprimento dos galhos, limpar galhos e folhas fracos, doentes ou já secos.

A posição em que aparecem as gemas em um ramo são chamadas de nós, o ideal para uma árvore miniaturizada como os bonsai é que a distancia entre nós seja curta, muitas espécies como as plantas da família dos bordos (acer), e também outras espécies  aumentam o tamanho dos entre-nós conforme o galho ficam mais longos, na poda de manutenção devemos então evitar deixar galhos longos.

Com o tempo, os galhos ficarão inevitavelmente mais grossos, quando um galho está muito grosso e a ramificação muito densa de forma a não deixar entrar mais ventilação e luz para dentro da copa, é necessário podár os galhos mais grossos. Esses galhos não devem ser cortados na base, antes eles devem ser podados próximo de um ramo que derive dele no meio da distancia entre a base e a ponta, de forma semelhante com o que é feito na poda de formação, dando acabamento para que o movimento do galho seja fluído.

Com o passar do tempo, executando sempre esse procedimento, o resultado será que o galho ficará muito sinuoso e tenha conicidade acentuada, e isso é um efeito muito desejado.

Quando temos um ramo ainda fino que será um galho importante, é necessário que se deixe o ramo esticar e então se pode deixando de 2 a 3 entre-nós, essa poda estimula a brotação nas gemas dormentes nos nós que irão gerar novos ramos, então repetimos o processo até que os galhos alcancem a densidade de ramificação desejada.

poda05

É importante que a luz e a ventilação entre dentro da copa, se a copa ficar muito fechada as gemas internas permanecerão dormente e quando houver a necessidade de utilizar um galho interno para substituir outro galho, podem não haver galhos novos nascendo dentro da copa.

Ao fazer a manutenção é importante lembrar que a planta continuará a crescer, e sempre será necessário podar novamente.

Fontes

http://bonsaijournal.com/beginners-trunk-chop-101.php

http://bonsaijournal.com/elm-pinching.php

http://pt.wikipedia.org/wiki/C%C3%A2mbio_vascular

http://pt.wikipedia.org/wiki/Xilema

http://pt.wikipedia.org/wiki/Floema

Revista Bonsai Passion 62

Comente usando o Facebook

comentários

4 thoughts on “Podando bonsai”

  1. goistava de saber como podar um bonsa carmona, pois ele ja tem um ramo muto comprido e esta a recuperar agora pois a um mês lhe caio as folhas todas

  2. Acho que é a hora exata para a poda, pode os ramos deixando de 2 a 4 pares de folhas de acordo com o formato geral que queira dar para a planta, logicamente o topo necessita de mais poda e geralmente os ramos de baixo tendem a crescer mais lentamente portanto deverá ficar com ramos mais longos, isso ajuda a manter o formato triangular da planta.

  3. PLANTEI sementes DE CEDRO DO HIMALAIA E ESTOU COM UMA DUVIDA TREMENDA.
    A MUDA JÁ ESTÁ COM 10CM, QUANDO EU DEVO FAZER A PRIMEIRA PODA…POR FAVOR ME AJUDEM PELO AMOR DE DEUS NÃO VEJO NINGUEM ENSINANDO DESDE A SEMENTE, SÓ VEJO PRÉ-BONSAIS. QUERO SABER SE DEVO PODAR COM MAIS TEMPO (QUANTO) E/OU QUAL O TAMANHO IDEAL MAIS OU MENOS (CM) PRA PODAR.

    1. Eu nunca trabalhei com essa espécie e não sei como ela se comporta, mas eu faria a poda no mesmo período em que a poda é feita em plantas mais adultas.

      Começando de semente, que é o jeito mais difícil de fazer um bonsai, eu não podaria no primeiro ano, você pode aproveitar esse período para dar movimento ao tronco, escolher galhos de sacrifício e até definir a estrutura da copa começando pelo primeiro galho.

      Deixe ela crescer mais e estar mais vigorosa para podar, assim ela terá mais energia para se recuperar.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *